Postagens

Sou assim...

Imagem
Em um trabalho conjunto, as professoras Adeline Pedrosa e Fabíola Garcia, construíram com os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental um desenho do próprio corpo, buscando localizar, nomear e representar graficamente partes do corpo humano, explicar suas funções e ao mesmo comparar características físicas entre os colegas, reconhecendo a diversidade e a importância da valorização, do acolhimento e do respeito às diferenças.


“As noções, relações e coordenações espaciais são construídas inicialmente através da tomada de consciência do corpo ( objeto referencial) pelo indivíduo (sujeito). A construção do mapa corporal pelo indivíduo permite transposições para outros espaços, portanto, a operação em outros mapas ( representações). Giovanni Castro



Momentos da vida: uma reflexão sobre as recordações.

Imagem
Os alunos do 1º Ano do Ensino Fundamental da Escola Officina do Saber realizaram um trabalho de História sobre os momentos mais importantes que marcaram a vida de cada um deles. O trabalho foi construído através da própria história de vida, buscando informações nos álbuns de família e conversando com familiares. Assim observaram que o tempo passa, o quanto eles mudaram com o passar dos anos, que cada indivíduo possui uma história particular e que as fotos e objetos podem nos fazer recordar de momentos muito agradáveis.


Deficiência auditiva: compreendendo a realidade e as diferenças.

Imagem
Para refletirmos sobre as pessoas com deficiência temos que ter conhecimento e praticar o respeito. No 26/09 foi comemorado o Dia Nacional do Surdo. A data foi criada em 2008 e alerta para as barreiras de acessibilidade que ainda afligem as pessoas com deficiência auditiva. A acessibilidade para surdos ainda é um desafio. Essa parcela da população ainda enfrenta dificuldades para conseguir realizar atividades do cotidiano. Os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental da Escola Officina do Saber tiveram a oportunidade de interagir com uma deficiente auditiva. Flaviane e sua intérprete, Lucimeire, e puderam ter noção da importância da linguagem de sinais para a socialização dos deficientes auditivos na sociedade atual.

Caso não consiga visualizar uma sequência de imagens abaixo clique AQUI.

Deficiência Visual: enxergando a vida com os olhos do coração.

Imagem
Dando continuidade ao trabalho sobre as deficiências físicas, intelectuais e motoras, nas aulas de filosofia, destacamos a deficiência visual, na qual os alunos puderam vivenciar um pouco sobre a rotina e a vida de uma pessoa portadora desta deficiência. 
 A deficiência visual é definida como a perda total ou parcial, congênita ou adquirida, da visão.
Utilizei de recursos para levá-los a uma reflexão sobre o tema e, para abrilhantar o trabalho, recebemos Daiane, uma deficiente visual, em nossa sala. Daiane nos mostrou como é o seu dia a dia, quais as alternativas que ela possui para se organizar e se comunicar no meio em que vive.  Os alunos puderam manusear e verificar de perto todo os processo de escrita e leitura.
Essa experiência foi de suma importância, pois levou o aluno a se colocar no lugar do outro, a enxergar seus próprios limites e a sentir que ser portador de uma deficiência não significa limitação e sim superação.
“ O essencial é invisível aos olhos (Saint Exupéry)

Caso não c…

Deficiências: inclusão e respeito às diferenças em pauta.

Imagem
Os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental da Escola Officina do Saber apresentaram um trabalho de Filosofia sobre deficiências físicas e intelectuais, um assunto sempre pertinente, que demanda a necessidade de conscientização por todos, principalmente  nos dias atuais, nos quais vivenciamos os desafios da inclusão. Os alunos brilharam com a percepção de que somos todos iguais, independente das diferenças, e, perante isso, todos tem os mesmos direitos.


“ Deficiência nem sempre é aquela que você vê”

Caso não consiga visualizar uma sequência de imagens abaixo clique AQUI.

Descobrindo o Polo Sul com Amundsen e Scott

Imagem
Neste ano de 2018 a Escola Officina do Saber tem como tema de seu projeto pedagógico central  “ Os grandes exploradores de todos os tempos”, dentro deste o  1º ano do Ensino Fundamental está estudando dois exploradores, o norueguês Roald Amundsen e o britânico Robert Falcon Scott. Os dois protagonizaram uma "corrida" visando atingir primeiro o Polo Sul, sendo que Amundsen foi o primeiro a alcançar o objetivo no ano de 1911. Já Scott conseguiu posteriormente alcançar seu objetivo em 1912. Com esta proposta realizamos um faz de conta, buscando levar as nossas crianças a esse fantástico mundo das expedições. Foi um grande sucesso!
Caso não consiga visualizar uma sequência de imagens abaixo, clique AQUI.